CLIPPING

#Incêndios: ocorrências fora da época “normal” não devem ser todas encaradas como um problema, Ambiente Magazine

Portugal, este verão, volta a aproximar-se de uma época de elevado risco, essencialmente para as florestas e zonas rurais. Os incêndios são uma recorrência preocupante e a Ambiente Magazine foi ouvir alguns especialistas.
Ana Sá, investigadora sénior da Linha de Trabalho da Gestão de Risco do CoLAB ForestWISE, diz que o país vai-se preparando “ao ritmo permitido pelos diferentes atores e pela complexidade dos processos de decisão envolvidos na gestão do fogo”, sendo que não se pode esperar corrigir em poucos anos um problema construído ao longo de décadas.

Para 2023, a responsável acredita que “as dificuldades que possam surgir estarão muito relacionadas com a ocorrência de condições meteorológicas adversas”, como as ondas de calor, os ventos fortes e as secas. A verdade é que o culminar destes fenómenos leva a que existam problemas acrescidos à contenção de incêndios, “com possíveis impactos ambientais, sociais e económicos”.

Ler artigo completo