RN21 – Inovação na Fileira da Resina Natural para Reforço da Bioeconomia Nacional

A transição para uma economia mais sustentável, oferece inúmeras oportunidades para revitalizar os setores mais tradicionais da economia portuguesa, onde destacamos a produção e transformação da resina natural.

O Projeto Integrado RN21 – Inovação na Fileira da Resina Natural para Reforço da Bioeconomia Nacional, assenta em três grandes princípios orientadores: abranger toda a cadeia de valor da Resina Natura (RN), desde a floresta até ao consumidor final, com enfoque especial nos mercados e nos novos produtos; responder às principais necessidades e oportunidades concretas, identificadas pelos agentes do setor e contribuir para os objetivos do PRR, em concreto da componente C12 – Bioeconomia Sustentável.

Trata-se de um consórcio agregador que reúne a totalidade das empresas de transformação da resina em Portugal, num esforço sem precedentes de cooperação setorial:

  • Três empresas de primeira transformação;
  • Cinco indústrias de segunda transformação, e
  • Três com integração vertical da 1ª e 2ª transformação.

Este consórcio de investigação e inovação pretende potenciar as grandes possibilidades de aplicação no mercado, fomentando a revitalização de toda a cadeia de valor, com vista à sua modernização, sustentabilidade e incorporação de conhecimento técnico-científico. A conjugação de investimentos públicos e privados vão alavancar a transição ecológica e digital e criar as condições favoráveis à colaboração entre empresas e parceiros de I&D&I. As empresas do consórcio detêm 66% do investimento total do projeto integrado, as Instituições de ensino superior e entidades do SCTN 28% e o restante orçamento encontra-se distribuído por Associações do setor.

O Consórcio mobilizador RN21 pretence contribuir para:

A resiliência económica e a promoção da bioeconomia sustentável em Portugal, através da revitalização da fileira da resina natural; 

A neutralidade carbónica e uma floresta portuguesa mais produtiva e resiliente, aumentando a produção e valorização da resina natural enquanto produto florestal e reduzindo a necessidade de importar esta matéria;

A coesão territorial, em particular onde se encontram as principais áreas de pinhal resinadas e a maioria do tecido empresarial do setor, através do aumento da competitividade das empresas e da criação de emprego qualificado;

O reforço da aposta na ciência e na tecnologia, através das atividades de investigação e de inovação nas empresas em parceria com entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional, Instituições do Ensino Superior e com entidades do território.

Estes objetivos serão atingidos através da execução de 22 medidas-chave que irão resultar em produtos, projetos e serviços, alicerçados em investigação e conhecimento, para os produtores de resina, as indústria e transformação e o mercado.

PARCEIROS DO RN21

COFINANCIAMENTO

Cofinanciado pela Componente 12 – Promoção da Bioeconomia Sustentável, integrada na Dimensão Transição Climática do Plano de Recuperação e Resiliência no âmbito do Mecanismo de Recuperação e Resiliência (MRR) da União Europeia (EU), enquadrado no Next Generation UE, para o período de 2021 – 2026

Veja aqui a ficha de projeto

BARRA